A Sony culpa a Disney pelo fim do acordo relativo ao uso de Spider-Man no Universo Cinematográfico da Marvel (MCU). Num comunicado oficial, a multinacional japonesa prometeu continuar a saga do aranhiço.

Um representante da Sony afirma que a empresa está “desapontada” por Kevin Feige, presidente da Marvel Studios, não continuar como produtor principal dos filmes de Spider-Man. Sobre as notícias que surgiram sobre o acordo, o comunicado considera que “caracterizaram incorretamente” as negociações entre ambas as partes.

“Esperamos que isto possa mudar no futuro”, continua a Sony. “Mas percebemos que as responsabilidades que a Disney lhe deu [Kevin Feige] não permitem tempo para um propriedade que eles não controlam.”

A declaração oficial parece atribuir responsabilidades à Disney, alegadamente optando por dar prioridade a outros projetos de super-heróis. As novas propriedades da Marvel incluem Deadpool, Fantastic Four e X-Men.

O próprio comunicado dá a entender uma certa esperança da Sony que tudo se resolva e as partes cheguem a acordo. Entretanto, é preciso aguardar por uma possível resposta da Disney a estas declarações.Com Spider-Man fora do MCU, estão planeados mais dois filmes para a personagem. Tom Holland regressará ao papel titular e Jon Watts ao posto de realizador.


em site espalhafactos.com

Anúncios