A Bélgica emitiu um nunca antes visto alerta vermelho em todo o país, com risco de ultrapassarem o recorde de 38,5º C, datado de junho de 1947. Devido ao calor extremo, a maioria dos serviços em Bruxelas vai fechar nesta quarta, quinta e sexta-feira às 13h. A Espanha – onde morreram duas pessoas na última onda de calor – emitiu um alerta vermelho para a região de Saragoça.

As autoridades do Reino Unido também disseram esperar recordes absolutos na quinta-feira. “Vamos provavelmente bater o recorde de calor de 36,7°C em julho, e há mesmo a possibilidade de bater o recorde absoluto de 38,5°C”, advertiram os serviços meteorológicos britânicos.


em site observador.pt

Anúncios