Um príncipe herdeiro dos Emirados Árabes Unidos, Khalid Al Qasimi, de 39 anos, foi encontrado morto em Londres, onde trabalhava como criador de moda, confirmou, esta quarta-feira, a polícia britânica que não adiantou detalhes sobre as circunstâncias da morte.

A imprensa inglesa fala, no entanto, numa noite de sexo e drogas no apartamento do príncipe, no exclusivo bairro de Knightsbridge, junto a Hyde Park, e onde a polícia terá encontrado “drogas de classe A”, como cocaína. A

Khalid Al Qasimi, o segundo filho do xeque Mohammed Al Qasimi foi encontrado sem vida na segunda-feira, quando os serviços de emergência foram chamados à sua casa.

A polícia metropolitana de Londres investiga agora as causas da morte, depois de a autópsia, realizada na terça-feira, não ter sido conclusiva.

O estilista fundou a sua marca de moda em 2016, com o nome de Qasimi, e apresentou, com sucesso, as suas coleções em desfiles nas Semanas da Moda de Londres e Paris.

Os Emirados Árabes Unidos decretaram três dias de luto, com as bandeiras a meia haste, em memória do príncipe xeque Khalid bin Sultan Al Qasimi.

O príncipe herdeiro mudou-se para o Reino Unido quando tinha nove anos e, depois dos estudos na cidade de Tonbridge, frequentou a University College de Londres. Continuou o seu percurso em arquitetura e moda na universidade de artes Saint Martins Central.


em site tvi24.pt
Anúncios