A exploração agrícola no Concelho de Odemira é adorada e odiada por grande parte da população do sul do país. O rápido crescimento das estufas levou ao aumento da xenófobia contra os imigrantes que procuram uma melhor vida no outro lado do mundo.

Vindos sobretudo do Nepal e da Índia, a população nepalense disparou para mais de 11 mil e não tem tendências para baixar. O maior concelho do país via a sua população a baixar drasticamente, mas agora parece que encontrou uma solução para esse problema. A imigração tem aumentado a população de ano para ano tornando o concelho de Odemira cada vez mais populoso.

Apesar das várias queixas das populações de que as infraestruturas não estão preparadas para responder a um rápido crescimento populacional, o presidente da Câmara Municipal discorda de todas as queixas alegando que o concelho está preparado para responder ao chamado “pico de verão”.

O presidente da Junta de Freguesia de São Teotónio, a vila que portuguesa que já tem mais imigrantes que população portuguesa, discorda das afirmações do presidente da Câmara Municipal e alega que certos serviços como o abastecimento de água e a recolha de resíduos pode sofrer alguns transtornos devido à incapacidade da autarquia.

Veja agora a reportagem completa da SIC «A Vila Onde Cabe o Mundo» no vídeo abaixo:

Anúncios