O copo de café nem sequer era da Starbucks, mas associação provou a força da marca norte-americana.

A Starbucks ganhou cerca de 2,3 mil milhões de dólares (2,05 mil milhões de euros) com publicidade gratuita nos últimos dias depois de um copo de café ter aparecido durante o quarto episódio da última temporada da Guerra dos Tronos (GoT, na sigla inglesa) transmitido na madrugada de segunda-feira. Agora veio a saber-se que o copo nem sequer era da famosa marca norte-americana, indica a CNCB.

Durante a transmissão do episódio, os fãs mais atentos repararam que algo não fazia sentido. Não tardaram as fotos e vídeos do momento nas redes sociais, que se tornaram virais.

A marca não era visível, mas muitos dos fãs especularam que se tratasse da famosa Starbucks. Mas afinal era apenas um copo de serviço normal.

Stacy Jones, diretora de marketing da Starbucks, estimou que tal buzz à volta do copo gerou 2,3 mil milhões de dólares para a companhia. De acordo com o serviço Critial Mention, as menções a “Starbucks” e “Game of Thrones” nas redes sociais, televisão e rádio chegaram totalizaram 10.627 em todo o mundo.

Separadamente, a plataforma de analítica da redes sociais Talkwalker contabilizou mais de 193 mil menções em 48 horas a citarem “Starbucks” e “Game of Thrones”, ou uma variação da hastag da série, em fóruns, blogues e sites de notícias.

Na terça-feira, a HBO, canal que transmite a série, editou o episódio, limpando o copo das imagens, mas o burburinho nas redes sociais continua.

“É impossível traduzir em números quanto é que a Starbucks vai lucrar com a situação, é uma categoria totalmente diferente da colocação de produto porque é acidental, o que a torna mais valiosa”, explica Dan Hill, CEO da Hill Impact.

O copo nunca poderia ser considerado colocação de produto, uma vez que é incongruente com o cenário da Guerra dos Tronos, pelo que a HBO assumiu o erro. O canal confirmou o erro de produção e reagiu com humor: “O copo que apareceu na noite passada foi um erro. Daenerys [nome da personagem], na realidade, tinha pedido um chá em vez de café”.


em site Diário de Notícias
Anúncios