Depois de Rita Pereira, da TVI, ter dado uma entrevista a Cristina Ferreira, da SIC, a polémica estalou. Não por ter aberto o coração à revista gerida por uma apresentadora da concorrência, mas sim porque parte da conversa que teve com a ‘rainha da Malveira’ acabou por ser emitida pela estação de Carnaxide, algo mal visto em Queluz de Baixo.

Primeiro, uma fonte que preferiu manter intacta a sua identidade admitiu ao jornal Correio da Manhã que “todos os dias têm sido uma batalha” no que às audiências diz respeito e que por esse motivo “caiu muito mal que a Rita escolhesse a Cristina para dar a primeira grande entrevista com o filho”. Desta vez, foi Helena Forjaz, diretora de comunicação da Media Capital, dona da TVI, a falar sobre o caso.

“Não vamos responder a assuntos desse género. Não comentamos assuntos internos da empresa”, explicou Helena Forjaz à revista TV Guia, sem esclarecer se o contrato que Rita Pereira tem com a TVI permite que esta possa dar entrevistas que venham a ser emitidas, posteriormente, por canais da concorrência, como aconteceu esta semana, em ‘O Programa da Cristina’, da SIC.

Anúncios